Confiança é tudo! Principalmente quando decide fazer uma cirurgia plástica

por | maio 25, 2021 | Cirurgia Plástica | 0 Comentários

Fazer uma Cirurgia Plástica envolve muitas decisões e a principal delas é a escolha certa do Cirurgião Plástico que fará os procedimentos.

Tão importante quanto saber quem escolher é buscar informações através de meios comprovadamente fidedignos e seguros.

A recomendação de amigos e familiares é válida, mas não dispensa uma verificação junto ao conselho da classe médica do seu Estado o de quem você escolher para realizar a cirurgia. Consulte o Conselho Regional de Medicina (CRM) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

 

Mas por que procurar essas informações?

Porque a satisfação com o resultado dos procedimentos cirúrgicos  só será  possível quando são dadas as orientações prévias e realistas por parte de um profissional capacitado e experiente.

Por esse motivo, confiar no profissional que vai realizar a cirurgia plástica, é a umas das principais orientações da SBCP, para que se obtenham resultados possíveis de acordo com as características do biotipo e da saúde de cada paciente.

Abaixo algumas das principais dúvidas que devem ser sanadas quando da escolha de um Cirurgião Plástico:

Segundo a SBCP, assegure-se de que selecionou um médico que:

  • Completou um treinamento em cirurgia de no mínimo cinco anos, sendo três deles em Cirurgia Plástica.
  • Está treinado para realizar todo tipo de Cirurgia Plástica.
  • Está submetido a um código estrito de ética.
  • Apenas opera em instalações médicas credenciadas.

 

Para saber mais, acesse: http://www2.cirurgiaplastica.org.br/seguranca-do-paciente/cirurgiao-de-confianca/

Cirurgião Plástico de confiança

Para saber identificar quais características e qualificações esperar de um Cirurgião Plástico de confiança, é importante também conhecer um pouco da profissão.

Cirurgião Plástico é o médico especializado em tratar patologias e traumas e buscar melhorias nas características estéticas de seus pacientes. É o profissional da área da saúde, com graduação em Medicina e com especialização em Cirurgia Plástica. Ele atua  no tratamento de problemas congênitos ou adquiridos, assim como na aparência física estética ou reparadora.

Os procedimentos cirúrgicos podem ser feitos no rosto, nas mãos, nos seios, nos glúteos, abdômen e diversas outras partes do corpo. Algumas das cirurgias mais realizadas são as lipoaspirações e implantes de prótese de silicone nos seios.

Lembrando que já tratamos em temas anteriores sobre autoestima e Harmonização Facial e sabemos que muitas vezes a aparência não afete a saúde física, o incômodo estético pode afetar o psicológico de uma pessoa, por isso, “o Cirurgião Plástico precisa ser um profissional sensível a sentimentos e atento para encontrar o melhor resultado possível e saudável para o seu paciente”.

O profissional especializado na área Cirurgia Plástica tem uma rotina bastante intensa. Além da realização de diversas cirurgias semanais, precisa manter-se sempre em constante aperfeiçoamento. Participar de cursos, palestras, convenções e congressos. Muitos, inclusive, são professores, conferencistas, escritores em suas e outras áreas de atuação, visto que, possuir uma visão holística e crítica da realidade é também um pré-requisito para a formação do carácter de um bom profissional.

 

A formação em Cirurgia Plásticas exige também muitos anos de estudo.

Para ser Cirurgião Plástico é preciso ter graduação em Medicina, em uma faculdade devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Os cursos de Medicina têm, em média, seis anos de formação básica. Após a formação em Medicina é necessário fazer residência em duas especialidades: Cirurgia Geral e cirurgia plástica. Como cada uma delas tem três anos de duração, são pelo menos mais seis anos de estudos intensos na área, com grande carga horária teórica e prática. Para ser médico e preciso também ter o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM). Depois, o profissional realiza uma prova para atestar os conhecimentos adquiridos na especialização e permitir a associação ao grupo na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). É necessário também ter o Registro de Qualificação de Especialista (RQE).

Nos nossos próximos temas, vamos tratar sobre como planejar sua cirurgia. Agora que você conhece um pouco mais sobre o profissional de Cirurgia Plástica, antes de começar a planejar a sua, mantenha-se sempre bem informado(a) e em harmonia com o tempo.


Conteúdo revisado por:

  1. AMIR EL HAJE

Cirurgião Plástico – CRM/SC 6117 – RQE 2795

Membro do Royal College of Surgeons of England
Membro da International Society of Aesthetic Plastic Surgery (ISAPS)
Membro da International Plastic Reconstructive and Aesthetic Surgery (IPRAS)
Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Membro do Colegio Brasileiro de Cirurgiões

Fontes de pesquisa:

<http://www2.cirurgiaplastica.org.br/seguranca-do-paciente/cirurgiao-de-confianca/>

<https://querobolsa.com.br/carreiras-e-profissoes/cirurgiao-plastico>

<http://boaplastica.com.br/blog/saiba-como-planejar-sua-cirurgia-plastica/>

<http://www2.cirurgiaplastica.org.br/seguranca-do-paciente/sua-seguranca-e-saude>

<http://www.clinicaathenee.com.br>

<https://portal.cfm.org.br/publicidademedica/>